quarta-feira, 30 de março de 2005

To fora hj...não concateno as idéias direito, esqueço de tudo a cada 2 minutos, pensamentos multiplicados e suas várias etnias correm enlouquecidos dentro da minha cabeça.
Na real há um certo torpor, uma fadiga mental aliada a física (devido a minha alta dose de exercicíos na academia e a quantidade absurda de info na mente)...

A sensação é como se meus pensamentos todos, todos, exatamente todos, tivessem tomado conta da minha vontade e, nessa loucura, tomasse conta de tudo em mim.

Não domino os safadinhos...cada vez que vou fazer alguma coisa meio "automática" eles aparecem e empurram de cena a tal "coisa" e tomam lugar...por isso esqueci coisas importantes hj, e não consigo a concentração necessária para trabalhar.

Ouço mantras mas eles, embora no último volume parecem uma distante brisa no dia.
É estranho...desde ontem...preciso ouvir meus pensamentos...mas se eu largar, tentar deixar eles dançarem perdidos dentro de mim acho q vou ficar apática, parecendo uma louca...e lutar com a avalanche de informações da minha mente não é fácil...

ela é muito mais sagaz e mais forte que eu...mas ela sou eu...aiaiaiai...o fato é que hj queria ser mais normal, não achar soluções, ter uma inteligência apenas para sobrevivência básica...

vou resolver equações...ou aprender a programar alguma coisa...isso distrai...
Ontem conheci mais um amigo DDA...fiquei feliz...desde que mudei p essa cidade não me sinto mais única...se bem q não sou exatamente uma DDA...sou hiperativa só...segundo a psi.
Vou tentar entrar na "casa" novamente...bjocas

Descobri que o Rafinha me deletou do MSN dele...decepcionante...

segunda-feira, 28 de março de 2005

Pois é...agora que declarei meu amor as artes mariciais e encontrei uma que combina comigo em movimentos e ideologias, tenho q serenar a mente para poder começar a treinar.

Primeiro passo é condicionar esse corpitcho para que os movimentos não tragam de volta as dores na lombar e no ciático (nem pensar).

Depois é estar bem organizada financeiramente porque a parada é cara mas vale a pena porque é algo que a muito tempo eu quero e agora, com um pouco de paciencia e organização, poderei fazer.

Agora tenho novos motivos pra madrugar naquela academia chata e feia: Me condicionar para o kenjutsu. A mocinha da Niten disse que não precisa de condicionamento, mas, devido ao meu "acidente" acho melhor ao menos parar de ter cãibras...acho que tudo ao seu tempo.

Me condiciono uns 4 meses, me mudo e depois me adapto ao meu novo modo de vida Samurai...tô empolgada.

Há muito tempo alguma coisa não me empolga tanto quanto cuidar do corpo e da mente e ainda aprender uma arte marcial com espadas...tomara mesmo que dê certo.

quinta-feira, 24 de março de 2005

Meu conceitual cartão para vocês, seguindo a linha de 2004


Hoje tive insonia. Ontem falei com a Cintia e foi legal...ela vem pra cá...vai ser bacana a presença amiga dela por essas paragens.

Caminhei e acho que caminharei sempre, antes de ir marombar na academia.
Tive idéias iluminadas, sugestões incríveis e problemas resolvidos em meia hora de caminhada pela Ipiranga...demorô que eu não vou fazer isso todos os dias...hehehe..o dia que a preguiça bater eu caminho na esteira da academia mesmo...

Alias, falando em academia to amando meu pop's (vulgo Bumbum)! Ele tá ficando tanajura!!! Sempre foi meu sonho e, mesmo quando eu tava menos gorda ela era uó...futilmente falando...amei meu popô...que fofo!

...mulher é um bicho imbecil...eu tenho tanta coisa em mim que deveria urgente diminuir e to feliz porque meu bumbum cresceu...Tsc...tsc...essas gorduchinhas viajam na maionese...mas que as calças ficam mais interessantes ficam...hihihi

Já to no ritmo de feriado e me percebo levemente stressada...A barulheira da Ipiranga ja me incomoda e o cooler do meu micro de casa me acorda...devo tomar mais hipericos...

Que saco viver no mundo moderno...ao invez de me preocupar com colheitas e defumar carnes fico stressada e enso no bumbum tanajura...que coisa mais sem sentido...

Quero ser Maria...da Noviça Rebelde...alias...tô baixando desenhos da Hello Kitty!!!! Vai ser a consagração!!! Tomara que não sejam filmes pornográficos com nomes fofos...pq ai ficarei extremamente irritada...

Bom...chega de escrever uma coisa em cima da outra no intuito de enlouquecer o leitor...vou trabalhar...Bjos

terça-feira, 22 de março de 2005

Defintivamente acho que nunca deixarei de ser "goiaba"
Assisti "Noviça Rebelde" depois de quase 15 anos...Lembro me que quando assisti a ultima vez foi quando minha mãe ainda tava viva...e, como algumas coisas como "amendoim japonês" e "bolachas recheadas de chocolate tostines" haviam virado "assunto proibido", a "Noviça Rebelde também".

É engraçado como depois de anos a gente ainda tem medo de certas coisas...mas foi muito legal...mesmo porque hoje entendo inglês, conheço a história do nazismo bem como a 2ª guerra mundial e o melhor: minha educação musical deu saltos daquela época pra cá me permitindo viajar nos tons dissonantes e nas vozes educadas dos atores.

Mó legal...Impossível não olhar no começo do filme, a tomada aérea que fizeram de Salzburg (Austria...é la que se passa o filme), e, ao passar os olhos pelas construções,, não notar o Mosteiro que minha mãe pintou em tela...até hoje acho que ela fez isso por minha causa...desde pequenininha adorava esse filme.

Eu lembro que a perspectiva da ponte, em tomada central, foi uma dificuldade imensa...e lá tava a D. Iris com seus pentelhos 6 anos, ou 7...não lembro...largando as bocas de lado (sempre adorei desenhar bocas) e tentando perspectivar com minha mãe...a tela ficou linda...mas se perdeu no passado como todas as outras...

O fato é que o dia foi feliz hoje. Claudia esperando um rebento...ou melhor...rebenta. Que fique registrado aqui que eu já sabia o que sairia de dentro da barriga dela... A bebê se chamará Linda...que lindo nome...

Tentei achar uma foto do local que minha mãe havia pintado inspirada no filme mas o Google não foi tão simpático para mim...bjocas povo.

Sabe o que me lembrei?
Que sou uma praga...hihihi...segundo minha vó dizia...estou em todo lugar, fazendo tudo quanto é coisa...que nem xuxu e aquelas plantinhas...Credo...ela tinha razão... lembrei disso por causa da UFRGS...
Que lindo! Vou ser titia!
Claudia está grávida e odiando Gramado...mas que fofo! Novo rebento na desconexa familia que sou inserida!
Fiquei feliz! Quero comprar muitas coisinhas fofas para o bebê!

Que fofo! Bebê na família!!!

segunda-feira, 21 de março de 2005

Falei com o Ju hoje...meu primo lindo e irmão de criação...engraçado como me surpreendo em perceber que somos parecidos demais...e me surpreendo em ver como ele é adulto e chega a conclusões que na idade dele eu nem sequer cogitava.

Ele tá adulto e descobriu as mesmas coisas ciclicas de mundo e pessoas que eu descobri. Parece-me frio tudo aquilo...mas na verdade é que crescemos...embora longe passamos por coisas semelhantes para entender algumas outras.

Ainda bem que ele não perdeu a fé. O que o tornaria amargo e sem sentido. Agora ele tá tocando numa banda de reggae...aiaiai...odeio esse som...mas gosto do Jú...na verdade não odeio não. Sou capaz de ouvir e cantar se pá...Saudades dele...

Acho que vou pegar uma turminha de criancinhas para lecionar alguma coisa...tadinhas delas...morderei todas esas coisas fofas que aparecerem nas minhas aulinhas...mais uma vez a tia Iris entra em ação.

Trabalho voluntário é muito bom...experimente cara pálida...vc vai mudar de tamanho!
Bjocas

domingo, 20 de março de 2005

"...O lugar que nossas forças pretendem atacar não deve ser do conhecimento do inimigo. Deste modo, se ele não puder prever o lugar do nosso ataque terá que se precaver em muitos lugares e quando ele toma precauções em muitos lugares, suas tropas, qualquer que seja o local, será pouco numerosa.
Aquele que toma precaução em muitos lugares, estará pouco numeroso em muitos lugares

Se o inimigo toma precauções na frente, sua retaguarda estará fraca; se ele toma precauções na retaguarda, sua frente será frágil; se sua esquerda estiver fortalecida, sua direita estará debilitada; se sua direita estiver bem preparada, a sua esquerda será destruída facilmente; se ele fortalece em todos lugares, ele estará, em todos lugares, fraco.

Aquele que possui poucas forças tem que tomar precauções em todos lugares contra possíveis ataques; aquele que tem muitas tropas compele o inimigo a preparar-se contra seus ataques."

Sun Tzu - A arte da Guerra / Capítulo 6 - Forçando o inimigo a tomar precauções



Gosto desse livro.
Principalmente porque prevejo muitas situações em que, paciência, dedicação e sabedoria, serão as molas propulsoras da passagem, digamos que, vitoriosa, por estas.

Primeiro porque me dei conta de que em menos de 2 semanas expus minha vida e meu passado para duas pessoas, em benefício delas ou meu...não sei, e isso doeu um pouco.
Me fas pensar e interrogar o por quê de certas coisas acontecendo...sexta feira falei com a D. Cida.

Essa parte magoa mais porque é esquisito voce falar com seu "único parente vivo próximo", e estando cheia de dúvidas e problemas que poderiam ser tranquilizados por palavras de uma pessoa mais velha e vivida...e ter que ser apenas "social".
Não tem como gostar dela e nem de nenhum deles quando as devidas maneiras de amor a se tratar os familiares são totalmente abstraidas.

Ela disse que vem para cá...não quero eles entrando na minha vida para eu, ingenuamente esperar agregação e receber uma fria distinção de amigos distantes.
Amigos eu tenho aqui mesmo. E esses não me levaram dinheiros e nem felicidades infantis.

Sei lá...passo a ter certas "certezas". E isso me assusta. Não odeio nenhum deles...apenas quero continuar seguindo meu caminho só, sem a presença desconcertante dessas pessoas que me viram crescer e ainda assim não tem idéia de quem sou.
Penso em ligar para minha irmã...mas o que vou falar mais com ela, se esgotaram os papos sociais?
Acho que eu deveria realmente me tocar de que familia não é uma coisa que eu tenho e, quem sabe, quando e se eu me casar, eu consiga realizar esse sonho infantil...mas hoje isso não é a coisa que mais me fala na alma.

Há coisas maiores que, enquanto eu tomo meu chá verde e escuto musica oriental, me dou conta dos caminhos...realmente tem coisas que não fazem a menor diferença...
Esse ano par de idade vai ser chato...porque todo ano par é ano de pegar o Sun Tsu do armário da alma, e se organizar porque serão dias de guerra.

Guerras internas, conquistas pessoais mais definidas...enfim...chega de férias de ano impar...parece superstição mas é realidade...Sei lá...parei de beber (bebia pouco mesmo...)...enchi o saco de beber por que vou sair com amigos para não ficar "sobrando" na sobriedade...Sem contar que odeio cheiro de alcoolicos.
Vou ler.

sábado, 19 de março de 2005

Hoje tive minha primeira experiencia como metro de Poa.
Nada a ver com o meu metro...é um modelo mais antigo, anda mais devagar, mas a paisagem é bem bonita.
Conheci Canoas...fui na casa de um amigo. É impressionante como a cidadezinha é bonitinha. Bem interior mesmo. Achei legal...E adorei os doguinhos do meu amigo...vontade de morder de tão fofos...nhac nhac...
Agora to trovando o Du a vir aqui assistir desenho animado comigo neste sabado a noite em que me encontro podre e sem vontade de sair
...se ele vier é um baita amigo...hihihi
Vô continuar na ardua tarefa de convence-lo

sexta-feira, 18 de março de 2005

Antes da minha súbita vinda a esta pequena cidade havia uma sensação incomoda me rondando: A pulga atrás da orelha.

Hoje estou com a mesma sensação com o adendo de não ter idéia de que se trata e me deixa emocionalmente confusa...É fato que, sempre que essa pulga resolve aparecer e ficar no "blábláblá" comigo, algo de definitivo está para acontecer.

É como se eu me preparasse organicamente para uma modificação física, psicológica, moral...sei lá...acho que isso deve ser a tal de intuição feminina.

Tô esperando a coisa serenar dentro de mim, coisa essa que nem sei do que se trata, para tentar enxergar aonde é a "coisa modificada".

Na boa, me encomoda deveras essa sensação de "suspenso" que me acorre. Não curto essa pulga inconveniente porque ela pressageia coisas que são bacanas, mas complexas demais...sei lá.

Preciso me distrair. Esse fim de semana vai ser corridíssimo por conta do vestibulinho do CEUE. Tô achando excelente pois cabeça sem ter o que fazer de útil só faz e pensa besteiras. Vou dar uma trabalhadinha pois uma campanha de banners me aguarda. Foi...Iris foi.

quinta-feira, 17 de março de 2005

Se esse sol não parar logo e o inverno tardar a chegar, certamente me transformarei num dalmata...
Tava olhando no espelho e notei que, alem do arquípélago de sardas do meio da minha testa, está se formando outro nas bochechas...crítico isso...vou ter que andar de máscaras uma vez que protetor não está sendo satisfatório em resultados...
Lembrei do Jú, meu primo lindo e empreendedor, hoje nesse dia em que acordei com o estomago apodrecido por causa do "bolinho" e espivitadíssima...lembrei do termo utilíssimo que usavamos: Pedra.

Nossa definição: Pedra, coisa inanimada e sem vida.

Tal pessoa virou pedra, tralalá virou pedra...engraçado era. E percebo que ultimamente tenho coleção de pedras e pedregulhos...hihihi...Júuuuu...saudades de vc sua mala sem alça.
Tive uma idéia impressionante para um banner...vou criar...bjocas.

quarta-feira, 16 de março de 2005

Já que não coloco nunca mais fotos aqui...uma nova...hahahahaha...porém envelhecida 300 dpi

Aventuras de uma TPêmica:

Parte I - Fissura por doce

Duas da tarde Iris enloquece atrás de doce...nao encontra. Ai peguei suco de manga do colega de trampo, tomei cafe com leite lotado de açucar e comi um doce de leite...Nada.
No supermercado compra bolo e chandele, mu]istura tudo e manda pra dentro...resultado: foi caminhar esverdeada de tanto enjoo...Eca...excesso de doce ninguém merece.

Vi um bebe fofo hj no onibus...Como pele de bebe é um veludinho...a mae da criaturinha falava com ele de uma forma tão fofa e comunicativa...O bebe deveria ter uns 6 meses no maximo e a mãe uns 17...mas eles se entendiam tanto...obviamente que TPêmica que estou quis chorar de emoção...por isso nem vou assistir o Garfield hj...

Mas achei uma gracinha...fiquei imaginando o meu bebe...algo que realmente faz parte das utopias da minha vida pelo jeito...aquela coisa branca e carequinha...parecendo um leite derramado de tão gorduchinho...

Pois é...injustiça isso...acho q eu seria uma mãe mó tudo de bom e nem tenho previsão para essa ocorrencia e realmente nem tô pilhada nisso...mas hj eu fiquei com vontadinha de ter um veludinho carequinha pra ninar e ensinar a falar e andar...como são doces essas criaturinhas que saem de dentro da gente.

No mais...vou treinar uns efeitos em PS que quero aprender...fui lá.
Tava mó stress até a hora do almoço...ai escrevi umas linhas com realidades e mandei...me sinto bem agora...bem mesmo...tirei um peso da minha cabeça...na real.
Acho q vou ao cinema com o Du hj...quero ver Constantine...tomara que ele se decida por deixar 2 horas de trabalho de lado e se dedicar a sétima arte...hahahahaha...Vou trabalhar...
Acordei duas vezes com aquela praga na cabeça...aiquesaco!
Meu mau-humor está insuportável...a vontade que dá é de fugir de dentro de mim e ir direto pra São Paulo sem escalas...e outra vontade súbita abateu meu ser: ficar usando minha calça jeans que está larga e sair enlouquecida falando para todos: "Que saco...emagreci...preciso engordar...olha essa calça que chato...tá larga"...hihihi...bem cínica...
Bom...vou correr atrás do menino das cortinas...vamos fazer o bem sem olhar a quem pra ver se essa "voodoolização" me libera.
Fui.

terça-feira, 15 de março de 2005

Hum...definitivamente minha vida na madruga está sendo excelente...agora acordo animadíssima para ir a academia...antes tinha preguiça mas acho que o corpo ja acostumou...até emagreci vejam só...maravilha isso!

Saudades do Rafa...engraçado isso...falamos muitas coisas com e sem sentido a semana inteira...e qdo ele não tá...sinto falta. Tomara que volte logo.

No mais sem mais...Acordei engraçadamente animada hoje...deve ser coisa do Etéreo que vive a nos envolver. Pensei que ficaria down por muito tempo mas pelo jeito não...Acho que na real tudo oque aconteceu esse findi foi bacanamente aliviado com minhas novas e libertárias decisões.

Bjocas povo. Feliz aniversário Betito!

segunda-feira, 14 de março de 2005

Há muito tempo...não...na verdade nunca me fizeram sentir-me tão promiscua e desprezível como esse fim de semana.A história errada acabou. Karma já era. Até é bom. Ele me fez sentir bem por um tempo mas agora restam estragos apenas. Minha sensibilidade não permite ir além.

Até o fato de não ter pais e estar sozinha aqui foi visto de, certa maneira, cruelmente e sei lá...acredito que não tenha sido por vontade, tentativa de magoar e ferir mesmo...acho que é inexperiência, medo do que denomina diferente...mas sei que não quero mais isso e nada parecido com isso na minha vida.

É engraçado com a gente se ilude com tudo e isso me faz pensar que nada realmente pode ser bom, e que nada realmente deve valer a pena e que a vida será, sem exceção de pessoas, um eterno e incessante encontrar e se perder em tristezas, decepções e ilusões.
Tudo errado.
Não acho que será difícil levantar a cabeça e continuar. Mesmo porque tem coisas bem bacanas acontecendo e pessoas muito especiais entrando na minha vida de uma forma folgada e doce.
Só lamento o erro, o mal entendido e a esperança errada.

Tenho que crescer muito ainda. Só queria realmente crescer tudo que tenho que crescer bem rapido...para não doer mais essa dor.
E espero sinceramente não perder o brilho no olhar e meus ideais...pq parece que tudo coopera para que eu esvazie por dentro, perca o sorriso e ache realmente que minha vida perdeu todo o sentido e descencia o dia meu ultimo "familiar" foi levado a cova.
Não sei...hoje tudo me parece um pouco grande demais. Porque na verdade todos querem realmente apontar e não entender.

Eu te entendo...embora todo esse "entendimento" me doa tanto quanto uma morte qualquer dentro de mim. Te perdoo porque é menino ainda nessa trilha que eu já conheço um pouco mais que voce.
Mas deleto-te da minha alma de menina pois não sei te olhar sem chorar.
Antes, a única coisa que eu queria é que me conhecesse...mas agora não mais...Não adianta nada...Agora só quero esquecer o que sei e não prever mais voce. E essa idéia de te largar me faz sentir bem...sua presença me fere...

Pena que nunca lerá isso...e se o fizesse...não entenderia mesmo...Vou trabalhar.
Tem um mundão de coisas bacanas me esperando do outro lado dessa iris...é pra lá que meus olhos vão mirar agora.

Obrigada pelos fragmentos. Me reconstruo melhor, pela dor que me causaste por não saber quem sou.

sábado, 12 de março de 2005

Tô meio quebrada...trabalhei horrores lá na UFRGS hoje fazendo a seleção...não fosse a animação dos meus coleguinhas o trabalho burocrático seria chatíssimo...

Ontem foi bem legal...festas é sempre bom como termometro de amigos...percebi que tenho muitos que nem desconfiava que fossem...a maioria homens "desenvolvedores de sistemas" mesmo...me senti a irmã mais nova querida...adoro meus garotos de programa...hihihi

Tô lívida...alias...poética diria mais..
Apesar de todas as espectativas as coisas mudaram desde que fechei aquela porta. Haviam mudado no instante em que fechou os olhos ao lhe acariciar a face. Deu-me impressão final, como se morressem algumas coisas dentro de mim como sinal de termino.

De alguma forma dói...porque quantos caminhos ainda não trilharei com essa mesma paisagem, quando na verdade eu só queria amar.
Acho que deve ser alguma coisa como medo...talvez cansaço por fazer sempre o caminho contrario ao que devia ser feito...Cansaço é a palavra que descreve meu medo.

Penso que deveria deixa-lo em paz, com suas histórias, seus medos também.Vou piscar meus olhinhos e virar a mira para outro lado. Um lado que sei poder ser mais presente...

Vou deixar ele se decidir e continuar decidindo minha vida...confusões romanticas...divisões...nunca pensei que viveria um dia isso...novos crescimentos...aiai...tomara que não doa tanto.

quarta-feira, 9 de março de 2005

Minha vida na madruga tá interessante...ir a academia cedo me anima a ir a academia...ela é basicamente só minha...tenho dois instrutores pra me ajudar, posso assistir o noticiário e saber oq acontece no mundo e ainda não vejo Pattys pois elas não acordam cedo...acho que tô curtindo.
No mais, minha vida amorosa de repente se enlouqueceu e ando mais perdida que "cego em tiroteio" (desculpem o chavão mas ele é o único modo de ilustrar minha sensação).

E assim segue o baile...ainda muito afetada essa Iris se encontra com o Karma dela...droga...gosto dele...de verdade. E por mais que eu tente...não dá pra esquecer tão rápido assim...e nem sei se quero esquece-lo...na real.

Hum...agora consigo baixar as fotos do cel no meu micro...enlouqueci os caras da Motorola mas rolou!

Vou trabalhar.

segunda-feira, 7 de março de 2005

Desde a trágica morte do pai do Thalitinho a gente ficou mais unido porque eu quero ajuda-lo, visto que as minhas vivências passadas poderiam sei lá...ajudar a compartilhar...n sei.

Acho que tá sendo útil...mas é complicado fazer um review da morte dos meus pais...é como sentir tudo de novo com a sabedoria de adulta e não de criança.

É olhar a minha irmã e ver como ela se abalou e ver como a minha vida se tornou sem sentido...e ainda hj o é...embora eu queira a minha familia propria...tenho medo.Confesso que sentir toda a morte novamente não é agradável.
Mas faz parte da vida olhar as vezes para tras e ver o que passou e os motivos de se ser como é...

Me sinto bem de minimizar a revolta dele, mas me sinto triste...pq hoje vou ficar lembrando de tudo o dia inteiro...ouvindo a PJ Harvey e vendo coisas perderem o sentido...sei que passa...a quase vinte anos elas sempre passaram... isso é morbidamente reconfortante.

Tá loko...ô semana inmyself...primeiro o gringo, agora o thaliticus...aiaiaiai...haja coração...vô trabaia. Mas acho que vou dar um alô pra Claudia...preciso dos meus fragmentos hj.

domingo, 6 de março de 2005

Esse final de semana foi incrível.
Fiquei uma meia hora conversando com um ser de lingua inglesa que achei perdido pela cidade...me sai bem...só o fiasco foi contar minha vida e depois chorar pq me emocionei com a minha realidade ...odeio auto-comiseração...ainda mais em lingua estrangeira...ecaaaaa!

A tarde encontrei Siminho e a gente ficou trocando ideias e foi bacana ai a Japa chegou...bem legal.
hoje meio q a mesma coisa mas fiquei falando em italiano furadíssimo com minhas "parentes" italianas...Engraçado.Comi minhas porcarias básicas e deu. .Passei mal.

A noite me bateu uma encanação da vida que tive que sair e respirar...meu quarto me pareceu pequeno demais para tudo oque passa na minha cabeça...eu, meus amigos que estão help, meu coração absolutamente lotado de ideias bonitas...

Lembrei lá da facu...como eu odiava aquela coisa toda cheia de um falso glamour, as ideias incorretas de mundo que lá pregavam...me lembrei da igreja que frequentava, do internato...de tudo que me tirou a realidade por tanto tempo...e me fez acreditar e idealizar tantas coisas que não existem. Por muito tempo sofri tantop para me acostumar com a hipocrisia, a maledicencia e uma serie de coisas que pareciam viver numa outra esfera de realidade.

Hoje olhei minha vida, encherguei minhas amigas tão queridas e tão parecidas comigo...perdi a idéia de podridão que estava invadindo meu coração. Lembrei do rafito tão doce, da Siminho, da Gleyce...do Dani...me confortou te-los ao meu lado...ainda que apenas em pensamentos.
Não vejo a hora que a semana voe.

Meu coração serenou deveras com o respirar da noite que essa meia hora de caminhada solitária me proporcionou...e entendi que a solidão que sinto não é a falta de pessoas ao redor...essas tenho aos montes e adoro todas...mas sinto falta mesmo de iguais...ainda bem que as meninas voltaram...senti muita falta delas...
Vou dormir com o coração quieto hj...que bom...

sábado, 5 de março de 2005

Pois é...sábado a noite e eu pago todos os meus pecados reinstalando directx 9 e outras coisinhas desse nipe aqui na maquina de casa.
Consciente do estrago que fiz e das perdas irrepáraveis dos arquivos queridos que jazem em paz virtual cintilante...to arrazada!
Ainda bem que minhas amigas vieram em casa, a Japa voltou e estamos todas felizes!!!
Mas ainda sim não me perdoo por ser anta e perder todos meus arquivos...mas isso passa...vou ficar por aqui mesmo hj...vendo filme, comendo pipoca, reinstalando componentes idiotas e pensando que eu poderia receber uma visita fofa e surpresa de alguém que gosto muito...vo nessa
bjocas

sexta-feira, 4 de março de 2005

Argth...
ô bicho ameba que eu sou as vezes...ontem resolvi limpar meu micro dos terríveis spy's e acabei deletando coisa que não devia do regedit...conclusão do trabalho...vou ter que formatar a máquina...n dá pra acreditar que eu sou desse jeito...justo ontem que eu tava querendo falar com o bonitinho da minha vida, meu querido Karma...acabei ligando pro meu ex-predileto que sempre é gentil e solícito...bom...na verdade gentil nem sempre...mas solicito sim! Adoro ele!

Paraa piorar hj ele (o Karma querido, não o ex) me manda uma mensagem hj e eu respondo muito hardcore (no sentido de excesso de romantismo...mas era o que eu sentia mesmo!) e acho que ele não deve ter gostado...não respondeu até agora...na real acho que não esperava isso de mim...mas não sei se é bom ou ruim...não quero parecer uma apaixonada enlouquecida mas também não tenho mais idade pra fazer brincadeirinhas de amor...e com ele nem precisa...queria ve-lo esse fim de semana...mas não sei se ele me fará encantadoras surpresas...bom...vou pensar que ele ficou emocionado com a fofa mensagem que mandei e não respondeu pq tá sem palavras e meio ocupado e por ter gostado tanto vai hj em casa me cobrir de bjinhos...aaaaaaaaaaaaaaaaaa...dane-se o micro! A vida é mais que isso! Mas que sou ameba sou...hihi

quinta-feira, 3 de março de 2005

Cá to eu novamente, sedada por sentimentos engraçados. Sinto-me leve, serena. Com uma paz antiga se renovando dentro de mim e capaz de retirar todas as rugas de preocupações cotidianas daqui.
Acho que não sei exatamente oque é isso tudo. Não sei o que acontece comigo. Só parece novo e renovador como nunca havia acontecido antes.
Assustador. Isso porque dentro de mim existe um ser ainda muito criança e inocente. contrapondo todas as vivencias já registradas.
E isso tudo toca um lugar muito secreto de mim...é afável o toque...mas súbito. Me gera uma engraçada impressão de sonho bom...e de sonhos a gente sempre acorda...e a realidade é sempre súbita...mas nada afável. Que eu siga o caminho certo. Só quero isso.

terça-feira, 1 de março de 2005

My gift is my song... and this one's for you
And you can tell everybody that this is your song
It may be quite simple, but now that it's done
I hope you don't mindThat I put down in words...

How wonderful life is now you're in the world
I sat on the roof and I kicked off the moss

Well some of these verses, well they've,they've got me quite cross
But the sun's been kind while

I wrote this songIt's for people like you that keep it turned on
So excuse me forgetting, but these things

I doYou see I've forgotten if they're green or they're blue
Anyway, the thing is, i really love you
Yours are the sweetest eyes I've ever seen

"...Eu não sei como chama isso que acontece aqui dentro cada vez que posso sentir as vibrações tuas a pequenos centimetros apenas.
Das poucas coisas que sei, apenas posso defini-lo como importante, antigo e mágico.
Eu não sei como denominar isso que sinto cada vez que nossos olhos se cruzam e o sorriso brota initerrupto, real e particular.
Daquilo que aprendi, certamente nada explicaria os pensamentos cruzados, as historias reencontradas e o conforto que sentimos quando estamos juntos.
Se isso é amor eu não sei. Mas, certamente é o mais perto que nós sequer um dia, pensamos chegar..."