sábado, 29 de novembro de 2008



meus sabados a alguns anos tem uma sacralidade particular: Ele é um dia dedicado a meu egoísmo intenso.

...acordo sempre tarde e não penteio o cabelo, não tiro a camisola e não arrumo a cama...e as vezes nao escovo os dentes (não escovar os dentes é tão libertador...experimentem! Mas só aos sabados)...fico deitada a maior parte do tempo...confesso que não como direito pois fico com a preguiça sabatina de fazer comida...converso um pouco no msn, assisto meus desenhos prediletos (bob esponja e hello kitty) e assisto seriados antigos (chaves por exemplo de tanto ouvir um certo alguém falar dele)...

é sinceramente um dia magnifico...eu medito, estudo algumas coisas relativas a energias, durmo, sonho...hj especialmente como estava muito energizada acabei fazendo alguns trabalhos mágicos de envio de enrgia para minhas duas irmãs: a ruiva que hj presta EAD em sampa e a morena que hoje vive sua maior batalha pessoal...

...hum...essa coisa de não fazer nada o dia todo é muito confortante...depois das 20h geralmente vou tomar banhos e arrumar oque fazer...isso não é regra...posso acabar arrumando oque fazer antes das 20h ou emendar até o domingo que é quando eu vou cuidar do cabelo, das unhas, da pele, da casa e dos trabalhos...

hummmm...a preguiça é uma coisa muito boa quando vem dentro de um sabado...boa preguiça a tdos...

PS: como é sabado e estou no dia de preguiça não corrigi o texto ;)

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Lembrando da minha mãe


Santa Catarina está desolada...dentro da minha fria porém solidária ótica aquariana fico muito triste e já tratei de conversar com boa parte dos meus amigos que moram lá para poder ter certeza de que estão bem... Todos estão.

Estes dias, em que os noticiários extrapolam de informações sensacionalistas sobre o desastre natural daquela região me lembrei da minha mãe...

nos idos dos anos 80...não me lembro o ano pois eu era uma "mini mínima minina"...mas nesta época santa catarina teve um desastre destes e me lembro muito forte das palavras "flagelados de Santa Catarina" que os reporteres da Globo, aos quatro cantos anunciavam...acho que foi umas das primeiras palavras que aprendi...hehehe

buenas...minha mãe era uma figura muito ímpar. Um misto antipáticissimo de perua com maezona de todos. Ela era uma bruxa assim como eu e da forma dela, tinha muitas pessoas ao seu redor e tinha muito mais amor que eu pelos necessitados...eu me lembro que em épocas como dia das crianças, natal, ela movia toda São Paulo em busca de doações de roupas, brinquedos, comidas...me lembro muito fortemente de uma caixa repleta de sapatos de cores estranhíssimas que eu vestia todos e ficava desfilando sem roupas dentro do banheiro (eu devia ter uns 5 anos e provavelmente fugia de dentro da banheira e ia para a caixa dos sapatos...me lembro das milhares de bonecas cabeludas...queria todas para mim...

...pois bem...havia uma praça na frente de casa que minha mãe fazia festas enormes beneficientes...tudo com doações de políticos e talz...infelizmente minha mãe se relacionava com a esposa do Maluf...mas era por uma justa causa...

mas o fato de escrever tudo isso associado à lembrança dos flagelados dos anos 80 foi que um certo dia cheguei da escolinha, no final de tarde...acho que eu devia estar no jardim...enfim...tinha um caminhão gigante parado na porta de casa lotado de coisas...eu no meu mini tamanho achei o caminhão enorme e até me passou pela cabeça q ele poderia ser da terra dos gigantes...perguntei para minha avó oque era e ela me disse algo assim:" são donativos para os flagelados de Santa Catarina que sua mãe arrecadou" 

...num preciso dizer q fiz minha avó explicar oq era donativos, flagelados, santa catarina e responder os porquês deste caminhão e talz...

O bacana disto tudo é q minha mãe, dentro das histórias complicadas dela, era uma pessoa boa e eu me lembro dela todos os dias atualmente de uma forma muito altruísta...ela era o cara...

Eu tinha tantas coisas para perguntar a ela e... outras tantas que ela conseguiu precocemente me ensinar antes de partir...estas eu queria dizer que me calaram a alma e me projetaram para caminhos melhores...

mas agora sinto a presença dela em pequenas e significativas coisas: No meu contato com energias, nos pensamentos brandos q me lembram suas boas ações, na serenidade de como eu entendo e perdoo seus erros gerados por sua natureza extremamente passional e cada vez que não me vejo passional me lembro dela também...me lembro que não herdei esta característica...

minha mãe foi minha primeira mestra na grande arte...abriu varios canais energéticos dentro de mim e me mostrou com uma sabedoria antiga todas as possibilidades do outro lado da ponte...do invisível...e tenho certeza que ainda hoje inspira alguns atos meus...

...nestes pequenos momentos tenho muita vontade de ser como ela...olho uma pequena marca que tenho em um dos meus dedos das mão que herdei dela e me reconheço parte exata...mas ai lembro como é bom ser eu mesma, sem máscaras e com sombra e luz...e percebo que por ela criada, me tornei sua pequena extensão ...sem querer...mas com muito mais arte.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Hoje, mais um dia de noite um pouco tensa...ontem a vizinha bipolar resolveu chorar a falta de sua internet - em em decibéis acima da média - depois da uma da manhã...esta noite não me lembro conscientemente o que aconteceu mas sei que alguma coisa aconteceu pois acordei algumas vezes... e posso afirmar de uma forma energética, que estive em altas turbulências porém, não posso afirmar se foram ruins...acho que só turbulência mesmo...

Minha vinda ao trabalho foi excelente meu set list estava afinadíssimo com meu estado de espirito, logo...super cool...

No posto de gasolina conheci uma marca de cigarros que não me lembro o nome mas a embalagem é fantástica e muito slim...20 cigarros em uma mini caixinha linda...se eu fumasse certamente fumaria aqueles...obviamente fiz o moço do caixa deixar eu pegar os modelos de cigarro fino para minha necessária "olhada" com as mãos.

Cheguei no trampo numa versão "perua"...gente...adoro me vestir como dá na telha! Hj perua e amanhã só o amanhã decide! Hum...achei uma vaga na sombra...na verdade vaga "meliantíssima" no predio da empresa (que não funciona) ao lado...

No meu trabalho tem uma colega "modern hippye" que me mostrou um video sobre a mudança de 2012 para a 4 dimensao...de cara achei muito mato, pessoas dormindo no mato, comendo cru e nenhum sinal de tecnologia metálica ou wireless...muito lindo mas certamente não faço parte da lista VIP para a 4 dimensão...assim como nao faço parte dos 144.000 que irão ascender aos ceus quando o Cristo voltar...isto tudo me fez pensar seriamente nas religiões e na promessa de praticamente todas, de que haverá algo muito grande para acontecer, modificando  as rotas e os estilos de vida de todas as comunidades, visando a melhora de cada um e do meio em que vivem...

As vezes esta promessa me assusta. Não pelo fato claro de que eu não estaria na lista VIP destas religiões, seitas ou estilos de vida livre...enfim...me assusta pela necessidade coletiva desta mudança refletida nessas promessas e esperanças...que doido...quando Jung falava de arquétipos eu jamais imaginei que a coisa iria tão longe e de forma tão coletivamente inconsciente...

Mas é isso aí...e o baile segue!
vou workar...hj estou apaixonadíssima!

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Comprei balas butter toffe...preciso de glicose por causa das modificações doidas que os hormônios causam dentro da gente qdo estamos de TPM...

O chato é que apertei meu aparelho e não consigo mastigá-las...e hoje não vim de carro...volto de metrô (trem)...sociabilização forçada...que doente...nada a ver uma coisa com a outra...tsc...tsc...

Hoje estou fechadíssima, hermética, e isto é muito engraçado...já decidi que hoje a noite vou comer comida chinesa...e acho que vou fazer banho de creme no cabelo...

Meu msn badaladíssimo esta ausente e meu skype (nem tão badalado assim) está ausente também...

O skype me incomoda porquê lá dentro tem um contato que foi para a Europa e se esqueceu de mim...mas eu já sabia que isto iria acontecer porém...quis me iludir de forma consciente...mas isto não é tão incomodativo pois sei do sentimento que existe e sei também das impossibilidades que a distância continental implica...mas não é um incomodo que dói e faz chorar...super risco calculado...naquelas...pois se tivesse realmente sido calculado o skype não me incomodaria...é verdade...

Bem...quanto ao msn...este sim incomoda bastante não por causa de loves ou affairs mas sim pela quantidade de informações que ele traz para mim sem eu pedir...acho que quero sossego, um fone de ouvido e frases simples...acho que as modificações do meu organismo por conta da TMP são tantas e tão conflituantes que pelo menos o meu externo ser sociavel quer coisas simples...

Na verdade comida chinesa e banho de creme tá de bom tamanho...talvez brincar com as gatas e dormir cedo sonhando com meu principe...esse principe...geeeente...metade das mulheres do mundo sonham com ele...disputadíssimo o cara! 

Por isso que ele nunca aparece...mas eu, como boa marketeira que sou, suuuper decidi criar o meu de forma a ser facilmente confundido com um sapo...achei um luxo minha idéia...hum...é verdade...metade da metade das mulheres já pensou nisto antes...pois bem...dormirei cedo pensando nas minhas vidas passadas e como eu seriae lidaria com essa tpm antigamente...

Nos meus estudos esotericos (Segundo Blavatsky, criadora da moderna Teosofia, o termo "esotérico" refere-se ao que está "dentro", em oposição ao que está "fora" e que é designado como "exotérico". Designa o significado verdadeiro da doutrina, sua essência, em oposição ao exotérico que é a "vestimenta" da doutrina, sua "decoração") tenho tentado entender o porque de certas buscas q nós fazemos e o porquê de determinadas coisas nunca serem encontradas...inclusive o amor...mas cheguei a perceber que a gente ainda não sabe exatamente oque ele é...

tenho um monte de coisas para escrever mas tenho certas preguiças e uma certa vontade de não expo-las ...minha mente de TPM, acrescida de uma lua minguante, está alucinadamente tecendo histórias, quebrando conceitos e acentando tudo...falando em acentar...minha carta do tarot do dia foi a temperança...grande carta! Absolutamente tudo a ver com este dia...

Tenho que comemorá-lo! Quero minhas gatas, a comida chinesa e o banho de creme!!! 

Boa Lunação!