segunda-feira, 31 de julho de 2006

Tô chata...odeio admitir isso mas tô bem chata...acho que é o excesso de trampo...meu micro ta doido e tenho bilhoes de coisas para fazer...acho que quero férias...ai...vou reunir minhas contas...para paga-las...elas andam tão espalhadas pela casa quanto meus pensamentos...bjo...chata...mas docinha...bjo otro.

sábado, 29 de julho de 2006

Fui treinar no frio hoje...acho que nunca havia treinado passando frio...ano passado essa época qualquer coisa eu já estava em Gramado...quando penso nisso vejo que gastei muito dinheiro lá...um dos sempais hoje estava incrivelmente energético. Acho engraçado começar a perceber as pessoas. Ele estava tão "motivado" que era engraçado ver que falava muito, não ouvia. Achei uma graça. Adoro pessoas que admiro se aproximando da minha realidade pessoal.

Ontem assisti uma peça interessantissima! Ri muito. Ia num jantar cultural e acabei indo ver a Elisabeth Savala. Muito boa peça. Ontem fiz que nem fazia quando era adolescente: marquei bilhões de coisas para fazer a noite e acabei fazendo uma que não tinha nada a ver com os "esquemas". E como sempre, a surpresa é bem mais legal!

Limpei a casa...nem acredito...coisas do treino mesmo...andava numas de "sai fora" casa. Agora encomendei um monte de comida chinesa, japonesa e blablabla...só quero ver comer tudo isso...acho que vai ter comida para a proxima década...Esse lugar que eu pego comida oriental sempre dá uma porção de coisa qualquer se vc compra um valor x...aiii...é muita comida.

Amanhã vou trabalhar...tenho tanta coisa para fazer...hoje vou dormir cedo para amanhã render...estou confusa...em sentimentos...tantos signos para eu ter tinha que ser justo aquariana...aiquesaco...mas não vou pensar nisso...acho que vou deixar as coisas do "de dentro" nascerem e se esparramarem porque senão nunca vou poder mensura-las.

Vou lá ver Boolinha que está arrepiada de frio...

quinta-feira, 27 de julho de 2006

Dei umtreinamento hoje...engraçado falar de algo que não sejam tecnicas de redação para adolescentes. Foi legal. Acho que as pessoas entenderam oque é webmkt.

Tinha tanto para escrever acerca de tantas coias mas infelizmente as palavras deram um jeitinho de escapar por completo. Acho que quero minha cama, uma coisa boba qualquer passando na TV e meus pensamentos.

Tô ouvindo Ana Carolina...faz parte da composição love...adoro esse estado de paixão...teria que ficar aqui escrevendo muito e ainda assim faltariam palavras para algumas coisas ficarem explicitas. Como disse hoje para um amigo que me perguntou se estou feliz: a resposta é rápida afinal "não sei". Mas quando ele perguntou se estou bem também foi uma resposta certeira: "sim. Muito bem"

Descobrir...reinventar...acho que é essa a tônica da noite. É cedo, mas vou nanar

terça-feira, 25 de julho de 2006

Eu tenho um melhor amigo. Antes eu não sabia definir o que isso exatamente agregava em valor.
Mas acho que melhor amigo é aquele que conhece teus infernos e faz deles um panorama mais ameno.

Acho que também é aquele tipo de pessoa que olha a tua fotografia com lentes de aumento encontrando detalhes que a gente, na pressa nem percebe.

Eles são sabios para a gente e dão bronca. Mas a melhor parte é poder compartilhar os infernos. É como se ele tivesse grandes asas e tirasse a gente dali.

Mas sabe o que é melhor mesmo de tudo isso? O que dá toda uma graça para essa relação? É ser melhor amigo do melhor amigo.

Sim, as vezes a gente é melhor amigo de tantos e nenhum é nosso melhor amigo...aquela coisa dos infernos...

Eu gosto do meu melhor amigo porque ele vai aos meus infernos e eu vou aos dele com uma maestria muito real.

As vezes penso: Por que ele é meu melhor amigo? E me respondo sempre que não sei. Sei que vai aos meus infernos sempre que é necessário e sei que quando ele esta lá no dele, no fundo, escondido e com medo. E como bem sei o caminho, desço lá e o tiro ele...

Num sei se a distância facilita a amizade, se atrapalha, se esse tipo de convivência mais digital que real é saudável...apenas sei que ele é meu amigo, meu chapa e meu japa predileto.

Conheço um pouco ele mas o que conheço é de verdade.
Vagamos por infernos e nos encontramos.
E isso é confortante...dá a impressão de que o melhor lugar para se viver é exatamente viver o melhor e o pior de dentro da gente...mas compartilhado.

domingo, 23 de julho de 2006

Não existe amor sem medo...Aliás...atrevo-me dizer que por trás de determinados medos à vencer, está a receita de uma plenitude qualquer. O medo parcimonioso é a medida para não ter auto-confiança capaz de sabotar qualquer investida ou mesmo completo abandono da causa.
Coragem...acho que ela deriva de medos vencidos...

Bacana pensar no amor, na coragem, no sucesso rodeados de medos a vencer. Isso me parece bem lúcido e nada romantizado...

Ontem acabei treinando uns katas de kenjutsu e para minha total surpresa até me sai bem...detalhe importante deste fato é que faziam aproximadamente uns 6 meses que não treinava nada parecido com ken...foi legal...me fez ver que adoro ken também e preciso logo ganhar dinheiro nessa vida e comprar meu bogu e começar a treinar...nem acredito que fiz 200 suburi e não parei cansada e podre...acho que não fiz não...devo ter sonhado ou agora sou uma menina muito mais forte...será que o sempai contou certo?

E eu estava com a minha bokuto...tipo...ela é mais pesada...sei lá...se realmente eu fiz e não estava morrendo (porque num tava mesmo) acho que o xandeco me deixava molenga nos treinos de ken...desculpa se vc está lendo mas tenho fortes suspeitas pois fiz 200 suburis e acertei 2 katas (o ultimo num rolou mesmo...hihi)...bom...pode ser tb que agora esteja mais samurai que a 6 meses atrás...

Ok, chega de devaneios e conejcturas samurais dominicais...

Vou fazer uns negocinhos agora...hoje o dia está tão maravilhosamente tranquilo...não fossem as dores de cabeça estariam perfeitos...mas agora tenho algo que povoa minha mente quase permanetemente que sobrepuja essa coisa de dor...que bonitinho...nunca vi isso acontecendo dentro de mim...estou viva, ligada e integrada nesse espaço sem fim que estamos todos passando esse tempo...bacana...

sexta-feira, 21 de julho de 2006

lilililili...to mudando de profissão...lalalalalalalala...
Aiai...ando meio maluca...tipico estilo "não saia de casa sem camisa de força"...hoje estava calma no trabalho...também, com a imensa dor de cabeça que se instalou em mim só se eu fosse doida mesmo.

Tive uma reunião sem querer hoje com a gerência e minha chefita me chamou e falou dos meus planos de monitoramento, análise e estratégia no e-mkt da empresa...gente...é impressionante como as palavras se escondem do meu vocabulário...parecia uma ridícula do planeta "ridiculous" querendo se comunicar em "ridiculês" com os humanos...sou muito "zefa" mesmo...mas senti o peso da mudança de ritmo profissional bem certinho hoje...ai...agora sim...finalmente vou poder colocar em pratica todas aquelas coisas lindas de e-mkt que eu aprendi de tanto estudar. É emocionante poder ser webdesigner...acho que agora sim a coisa vai começar a fluir. Sou analista também. Que legal...analista de webmarketing, meus nominhos profissionais estão aumentando...mas todos são braços do webdesign.

Sei lá...acho que não é um braço não...tenho consciencia de que meus dias de desenhos gráficos estão contados e confesso que fico feliz! Preciso usar meus conhecimento e isso assusta porque é grande mas essa semana...justo essa eu percebi que eu me encaixo exatamente nesse papel de analise e estratégia de webmkt e sei que sei pouco pra caramba mas isso já pode fazer um estrago "positivo" aonde eu botar meus dedinhos a coisa vai fluir...só preciso ser menos "nerd" e ser mais "executiva"...mas é complicado largar a carcaça nerd.

Vou deixar a meleca da minha franja crescer e comi habibis demais...ando com meu estomago mini...acho q vou passar mal...nao devia ter caido na tentação daquelas esfirrinhas...agora to super "burp"...meleca...mas foi o stress da manicure...

...credo...me senti um numero naquele salão gigante onde todas usavam salto alto e cabelo colorido...eu me horrorizei com a rapides das tias para fazer minhas unhas...aquele bando de gente...tipo linha de produção de burguesinhas classe média...não não...não troco nunquinha mais a minha rota para ir para a linha de produção estética...continuo no shops...o povo lá é mais antipatico mas eu me sinto mais iris...

Me senti sinceramente em ny, são paulo naqueles salões gigantérrimos...argth...argth...eu podia falar javanes lá que nem iam perceber...credoooo

Sim...engraçado como as coisas andam amontoadas né...até as emoções...nunca vivi isso que está acontecendo agora...em todos os aspectos tá tudo muito novo...ando sonhando acordada por causa de um cara absolutamente e fofamente fofo...num sei se ele está bobo que nem eu...acho que não...essa é uma caracteristica muito minha...poucos vieram ao mundo com essa marca tão forte de "bobeira"...hummm...mas ele é super fofo e eu estou apaixonada e muito boba....Tenho medo de mim pois em condições normais já sou uma ameba...

mas o que importa é o amor...não...não amo obvio...mas seria capaz hoje, de passar o resto dos meus dias perto dele...que fofim

Sei lá...num quero fazer besteiras...hum...esqueci de comprar um cd...droga...a...num vou não...amanhã passo no mercado e compro...

vou brincar com minhas gatas, assistir hello kitty e pensar nele...quando vou ve-lo...e imaginar aquelas coisas bobas que as pessoas apaixonadas imaginam e que eu tô achando é ótimo! Minhas noites de sono estão muito mais doces depois que ele começou a povoar meus sonhos...sim...sou romantica...e minha filha sera a Maria Paula ( por causa das minhas avós) e ela vai ter que ser radical que nem a mãe dela e fazer kenjutsu...jojutsu num dá pq ela sera por um bom tempo menor que o bastão...e se for o juju (meu filho) ele vai ser radical tb e fazer kenjutusu...imagina a criatura minima de men, tare ...será perigoso...ficarei empolgda nivel 5 e ele morrera de tantos beijinhos...melhor eu não imaginar meu pequeno bebe...alias...nada a ver imaginar bebes só pq to apaixonada! Que viagem...vou lá ver as minhas monocromáticas...

Sim...tinha erros seríssimos de portugues e eu não corrigi...e nem acentuei um monte de palavras...

quinta-feira, 20 de julho de 2006

Aham...meu humor está esquisitíssimo e estou agressivérrima. Se são meus hormônios que estão fazendo isso acho que ganhei eles essa semana pois nunca estive assim.

Acho que queria minha mãe. Odeio ser orfã nessas horas e pior que isso: além de ser orfã não ter familia normal com adultos responsáveis e afetuosos para...sei lá...ficar ouvindo reclamar, ou uma receitinha de caldo de feijão ou simplesmente para estar perto assistindo a novela ou falando alguma banalidade extremamente importante e saudável para a vida em comunidade.

Mas eu tenho que me virar como posso e gastar uns dins para falar a respeito de coisas para a psicóloga e ainda descobrir que sou uma ameba.

As vezes acho que tô tão longe de ter minha família. Não que eu faça tudo errado. acho que eu tenho feito uma camapanha muito positiva para que isso se concretize mas acho que sou tão boa nisso quanto sou para lembrar as frases japonesas que tenho que falar no treino.

Mas o engraçado é que não encontro motivos claros para esse humor...é alguma coisa meio "pavio curto" na real. É engraçado...eu pavio curto é algo que nunca pensei que iria ver...hehe
Ontem no treino eu tava muito loka...mas pra mim foi um dos melhores treinos que eu já fiz. Essa energia revoltada serviu para alguma coisa.

Precisava fazer um relato para mandar para o sempai mas eu sou péssima para escrever de mim que não seja assim e aqui...dá uma raiva mas num sai...num adianta...e eu ainda quero escrever livro...tsc...tsc...

Tô ouvindo Zeca Baleiro...gosto dele...Hoje já ouvi Sayuri Ishikawa, Ramones, Cirque du Soleil e agora Zeca Baleiro...hum...ouvi ópera também e uma demo horrorosa de um grupo que estava sendo cotado para tocar num evento da empresa.

Vou na psi hoje...nem sei o que vou falar...se de amor ou de ódio...mas de ódio não poderia ser pois não tô com ódio de nada e nem de ninguém...de amor até é legal...depois vou no shops com a paulitcha...quer dizer, não sei se vou...to com uma dorzinha na barriga estranha...um friozinho de nervoso...tô até com medo de descobrir alguma coisa "psicologicamente falando" que esteja extremamente ligada a meu estado de humor "esquisito".

Mas tá bom...pelo menos não estou com tanta dor de cabeça que nem ontem...

hum...o que eu queria nesse exato momento:
Um friozinho, minha cama e uma leve penumbra...edredons e minha avó Paula me contando de como a família dela (minha também) vivia em Sao Paulo, falando dos Matarazos, da chácara da Vl. Bela que hoje é uma puta vila mas já foi tudo da minha bisavó.

Queria também ouvir a respeito do Tiete que ela atravessava e era bem bonito...a minha primeira geração no brasil, que acredito ser de 1850 no máximo ajudou a montar essa São Paulo de alguma forma...e eu nem votar voto...credo...

Mas tá...voltando ao devaneio: queria isso e abracinhos...e um chá de camomila. Tô se fome...essa é a única parte ótima disso tudo.

Poxa...acho que vou trabalhar
Preciso urgente mudar o layout desse blog...acho q vou colocar algo mais oriental...falando em oriente, hoje o treino foi um dos melhores! Caramba...até doeu meu pequeno cérebro de tanto tentar concentrar...hihi...mas funcionou...

Hoje eu tava chata, agressiva nivel 3 e extremamente tensa por causa do trampo...ufa...passou

Acho que vou fazer academia...o saco disso é achar horário...sei lá...quanto ao amor? Bem...está sendo apreendido aos poucos pelos meus sutis transes emocionais.

terça-feira, 18 de julho de 2006

Hum...hoje sai da fisioterapia dos dentes e resolvi caminhar bastante. Peguei um caminho bem mais extenso e fui pensando na vida, nas coisas em paz e não pude deixar de lembrar que errei a data da fisioterapia...

é maravilhoso não estar na tpm e sentir as coisas fluindo calmas e tranquilas que deixam a gente até com vontade de pensar nelas. Começo a dar início ao processo de upgrade profissional e também a estratejar a minha volta a minha amada capital.

Estou ouvindo uma musica enka muito simpática e penso seriamente em coloca-la no clip que vou fazer para o niten...hum...pensando bem não devo escrever essa palavra no meu blog...ele é otimizado e maluco...daqui a pouco eu ultrapasso o proprio site deles em colocação no google...eu estava em 3 lugar a 3 semanas atras para a palavra samurai...fala sério?! Sou um genio da otimização sem querer...hahahaha

Tô muito serena...algumas coisas estão me emocionando e criando umas espectativas bem doces...aiai...adoro marés calmas

segunda-feira, 17 de julho de 2006

"...E ela sorrateiramente colocou as perninhas para fora da sala. Seus olhinhos coloridos estavam radiantes e lágrimas brotavam initerruptamente de sua face rosada e feliz.

Era uma única vez que vira o céu personificar-se e sentia que tudo aquilo lido em seus livros de escola e nos romances secretos que furtava de sua mãe poderia ser real. Tudo na verdade era mais fantástico ainda pois cheirava conto de fadas, idéias fresquinhas desenfornadas a poucos instantes, onde tudo parece certeiro e perfeito.

Caminhou seus passos curtos em direção da rua e observou que a paisagem estava modificada e o firmamento azul parecia muito mais vivo. Parecia que ele compartilhava de toda essa enfase que a vida lhe propiciava.

Na verdade perdeu-se no espaço infinito do tempo de sonhar e as horas escoaram por suas mãos. Comprou seu chocolate e voltou ao ponto de partida correndo, enfeitaçada pela atmosfera nova e encantadora.

Temeu o sonho, olhou suas mãos pequenas e tremulas com a realidade e os olhos se espelharam em águas. Tinha medo de acordar e perceber equívocos. Não pensou mais e comeu seu chocolate radiante, como se a cada pedaço estivesse absorvendo seus próprios sonhos e saboreando as novas e doces delicias que despontavam.

Todo chocolate acaba mas fica na boca o gosto do cacau misturado com o açucar. Pensou em si, olhou novamente tudo aquilo que era grande e sorriu. Correu em direção da sala e tentou subir o degrau mas as perninhas curtas e a saia rodada confundiram seus movimentos. Olhou ao lado, esticou sua pequena mão e aceitou a que se estendia a frente.

Sorriu como se o mundo se estabelecesse vivo naquele instante exato e tudo ficou claro

_Obrigada.

E saiu correndo."

Um conto do sem fim

domingo, 9 de julho de 2006

Pepi Popinni (Pepa Pop)
Buli Bullini (Boolie Boolie)
Irisi di Ferrerini (eu né)
Modesta homenagem da Casa Ferrera aos irmãos azzuri

Hoje estou péssima né?!
Super TPM do cão, depressão pós sábado, indignação com clientes...e com a certeza plena de que preciso fazer alguma coisa realmente significativa para sair dessa maldita zona de conforto e começar novo ciclo.

Acho que o Dudu está esquisitíssimo comigo desde a última e catastrófica vez que saimos...na verdade eu só acho...não posso afirmar nada pois estou em TPM e tudo o que eu faço ou não faço nessa época pode ser usado contra mim...período extremamente delicado. Estoudistante para não atormentar a vida do pobre...amanhã é niver dele e já comprei umas coisinhas mas vou mandar entregar...já pensou se eu choro de emoção?

Estou levemente inclinada a acreditar que tenho reumatismo...(uma típica manifestação TPêmica) me dói esses ossos dos infernos que eu sei que na meleca da TPM isso também tem influência.

Meus cabelos estão extremamente "vuulf"...digo, parece que fiz uma escova nele virando as pontinhas para cima...foi a meleca de desfiada que eu dei nele agora ele fica totalmente "vuulf".

Coisas boas...ok...hum...acho q não tem...serão mais sete dias de trevas emocionais onde tudo terá uma conotação gótica.

Creio piamente hoje que sou um ser indigno de ter a palavra dirigida a mim...me sinto uma minhoca nojenta enterrada...aicredo...já deu para perceber o estuporzinho que estou...não devo me comunicar com o mundo...definitivamente.