quinta-feira, 29 de março de 2007

sou meio anta...mas acho que sobrevivo...o calor está ridículo e já está mais do que na hora de acabar...

quarta-feira, 28 de março de 2007


O Pop tomou conta do meu ser...sutilmente...

quarta-feira, 21 de março de 2007

Então...estava eu subindo uma rua lá do centro, a pé, filosofando sobre as regiões centrais das grandes metrópoles e concluindo que o centro de Sampa é mais simpático que o daqui...quando me deparo com vários cabeludos que me chamam a atenção...olho...olho de novo...e não é que eram os caras do Blind Guardian...e estavam hospedados no hotel que minha irmã sempre fica quando vem pra cá...

Obviamente que aproveitei e tirei fotos com os caras...fiquei super serelepe saltitante...péssimo comportamento para uma pessoa que curte metal progressivo...mas tudo bem...foi emocionante...a uma hora atrás se os caras morressem iria ficar a minha cara katitíssima fotografada nas córneas dos belos! Sim...pq se depender das fotos tiradas...sinceramente...não haverá provas...aiquetudoooo...

Daqui a pouco o povo vai estar se descabelando lá no horroroso Opinião enquanto eu tirei fotos sem o menor stress!

Muito legal...mas realmente queria andar com a meleca da maquina fotografica que comprei para usa-la...tava olhando meu celular...é só nele q tem fotos importantes!!! E todas elas podres! A pessoa que não sabe ser tecnologicamente evoluída é fogo.

Minha poesia do dia:

Sempre chega a hora da solidão / Sempre chega a hora de arrumar o armário
Sempre chega a hora do poeta a plêiade / Sempre chega a hora em que o camelo tem sede
O tempo passa e engraxa a gastura do sapato / Na pressa a gente nem nota que a Lua muda de formato
Pessoas passam por mim pra pegar o metrô / Confundo a vida ser um longa-metragem
O diretor segue seu destino de cortar as cenas / E o velho vai ficando fraco esvaziando os frascos
E já não vai mais ao cinema
Tudo passa e eu ainda ando pensando em você

Penso quando você partiu / Assim... sem olhar pra trás
Como um navio que vai ao longe / E já nem se lembra do cais
Os carros na minha frente vão indo / E eu nunca sei pra onde
Será que é lá que você se esconde?
Tudo passa e eu ainda ando pensando em você

A idade aponta na falha dos cabelos / Outro mês aponta na folha do calendário
As senhoras vão trocando o vestuário /As meninas viram a página do diário
O tempo faz tudo valer a pena / E nem o erro é desperdício
Tudo cresce e o início / Deixa de ser início
E vai chegando ao meio / Aí começo a pensar que nada tem fim...
O Avesso Dos Ponteiros
Ana Carolina

terça-feira, 20 de março de 2007

"...Que um suave acalanto te acompanhe, na terra ou no espaço, e por onde quer que o imanente invisível leve o teu viver.
Que o teu coração sinta a presença secreta do inefável!
Que os teus pensamentos e os teus amores, o teu viver e atua passagem pela vida, sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome.
Aquele amor que não se explica, só se sente.
Que esse amor seja o teu acalanto secreto, viajando eternamente no centro do teu ser.
Que este amor transforme os teus dramas em luz, a tua tristeza em celebração, e os teus passos cansados em alegres passos de dança renovadora.
Que jamais, em tempo algum, tu esqueças da Presença que está em ti e em todos os seres..."
(fragmentos de uma oração celta)
Festeje o hoje. Ele merece

segunda-feira, 19 de março de 2007

to tão melhor de boa...isso me deixa xom uma certa felicidade no meu campo...não que as coisas estejam 5 estrelas mas estão como devem estar! E isso é perfeito! Minha gata Boolie q estava maluca está voltando ao normal. Minha vida está fluindo e o amor que tem dentro de mim tb...sabe quando vc até se assusta por achar uma pessoa tão parecida com vc? Pois é...isso é fofo...assustadoramente fofo! Vou fazer meu celular funcionar novamente...

vou pagar minhas contas e ver se tenho notícias do xu...beijo!
Ah! Betito! sei que foi teu o recado do post abaixo! Seu bocó! :P

domingo, 11 de março de 2007

Aiquelindoooo
a vida até q é fofa as vezes e nos ensina muuuitas lições. A primeira de todas é: quando vc fizer uma coisa muito burra e cretina e envolver pessoas que vc gosta a melhor coisa é imediatamente ficar NA SUA, em silêncio, esperando a criatura deixar de querer te matar...deixa ela vir falar com vc e se quiser discutir relação discuta...mas se não falar nada finja que nada aconteceu e continue a viver feliz...tem coisas que realmente é melhor esquecer!

Falando em esquecimento...vi um filme tão xuxu hoje que me fez chorar horrores...é de uma moça que perde a memória...a atriz é a Drew Barrymore que está mais descabelada do que nunca mas muito legal...acho que quero um amor assim...que me aceite como eu sou: paulistana e marciana...tão romântico...

Tenho que trabalhar e recebi um convite irresistível de ir tomar banho de piscina...mas tenho q colocar umas coisas em dia...meus jobs estão atrasadíssimos dada a minha óbvia vontade de não fazer nada...assisti Bob Esponja também...e provavelmente chorarei mais pois vou assistir closer antes de dormir...minha conexão está animal! Baixei tudo rapidinho!
Acho que to com megas e num tava sabendo...preciso prestar atenção na minha conta de telefone...

Viciei em sorvete de pave...tomei 3 litros esse fim de semana e comi paella que também me viciei...muito booooom! Ontem a noite sai com minhas amigas e fui em um lugar que não tem nada a ver comigo e definitvamente descobri q não tenho que ir nesses lugares...mas tava legal...mas fui embora as 2 da manhã...

Dancei um pouco, bebi cerveja (que meu psi não descubra...mas vou contar p ele!), troquei idéias, vi pessoas q não via a muito tempo e dormi bem...foi engraçado estar lá naquele lugar fora dos meus gostos...olhar aquelas minas absurdamente produzidas e eu de saia jeans rasgada, botona e camisete preta com cabelo preso e oculos...total fora dos padroes...não me senti mal...afinal já acostumei em ser eu mesma...me achei tão linda...e olha que isso num é comum...eu me amo...mas não sou apaixonada pro mim a ponto de me achar linda sempre...mas odeio com todas as minhas forças pessoas esbarrando e se apertando em mim...isso não dá...mas nem fiquei revoltada nivel 5...por incrivel que pareça estava nível 1 mesmo...mas não vou fazer mais isso não...deve ter em algum lugar dessa terra um ambiente q tenha gente legal, boa musica e bom condicionamento climático...e se esse lugar tiver muitas patis acho que sou até capaz de aguentar.

Ontem eu estava muito menina rica...muito engraçado ver isso...muito engraçado...não que eu o seja...só tenho coisas e confortos porque trampo pra caramba...quase como uma condenada! Mas me adoro! Sou estranha! Mas sei que tem perdido por ai pessoas que nem eu! Tô feliz...isso é bom e raro nos dias de tempestades. Bom domingo!

sexta-feira, 9 de março de 2007

É impressionante como a pessoa que fala demais e fala o que pensa dá fora...sei que sou uma mala sem alça...as vezes falo as coisas que me vão ao coração e esqueço completamente que o outro não é obrigado a estar de bom humor o tempo todo e muuuito menos que vão gostar de uma mulher achando que é menina de 7 anos falando as verdades...foríssimo.

Será que aprendo um dia? Que vontade de chorar pela minha atitude totalmente fora dos padrões...agora já era...quem fala o que quer ouve oque não quer...tenho q cumprir a função dessa máxima...

Estupida! Burra e estupida! Que ótemo começo de FIM de semana!

No mais tá tudo...as coisas profissionalmente falando estão interessantes, lovisticamente caóticas mas como sempre estão assim...está tudo perfeito, familiarmente zero (oq também é comum) mas espiritualmente começando a ficar em níveis suportáveis...

Esse final de semana vai ser legal! Seria super perfeito se eu não fosse uma boca aberta profissional...

segunda-feira, 5 de março de 2007

hum...hoje to um pouco encanada...todas essas coisas organicas e psicológicas que estão acontecendo comigo...bateu medão...uma insegurança de lidar com essas coisas sozinha...sei que já tive momentos mais funestos e dei conta...mas sempre fica o medo de não sair da tempestade.

Tô gastando grana demais para me cuidar, já estou ficando no meu vermelho e sei lá...pouquíssimas melhoras...me cobro demais, sou muito sistemática e acho que isso atrapalha. Hoje me disseram que eu devo voltar para Sampa e morar lá...eu sei disso. Existem duas coisas que preciso urgente fazer e uma delas é esse retorno. Mas ambas são muito delicadas...requerem um jeitinho que eu não tenho neste momento...num to nem conseguindo pensar direito nas coisas...pensar no carinha que conheci e que adorei e passaria longos tempos perto dele...isso é estranho...

Estava voltando da locadora hoje, observando a quantidade absurda de indigentes que existem na minha região e pensando que definitivamente o dia de hoje está estranho...voltando do trabalho a avenida que sempre passo estava com aspecto claustrofóbico...a rua, misturada com essa fina camada de vapor quente que sai do chão por conta dessa chuvinha sem sentido também aumenta a sensação sufocante...

Estava lembrando das palavras do meu psiquiatra falando que a cura de estados depressivos e um tratamento corporal, social, psicosocial e espiritual...nesses pequenos espaços de tempo entre minha casa e a locadora fiquei pensando nisso...e lembrando de uma conversa que havia tido antes de desligar o micro do meu trabalho e vir para casa, sobre ilusões...

Destas tenho poucas...acho que a vida se transformou em fria e complexa organização. Penso na religião e percebo que ela também me desiludiu...e que meus novos credos a respeito da natureza são frutos disto...não há nada mais palpável do que a fé na natureza das coisas...e ao mesmo tempo isso é tão abstrato...

Tenho sonhos...muitos...ilusões eu não tenho conscientemente...mas ainda queria que alguma coisa rápida e distinta dos meus dias acontecesse para eu despertar desta apatia sem graça que esse cotidiano em terra insólita me proporciona...

Não sou uma pessoa de paz...sou de guerra...acho que a monotonia do dia calmo de verão com suas histórias difíceis e o cotidiano massacrante e delimitado me fazem mal...acho que queria minha mãe...

domingo, 4 de março de 2007

ok...hoje é um dia muito especial na minha vida de chef de cozinha doméstica: tenho um café irlandes e finalmente fiz a paella mais tudo que já vi...tá...o arroz ficou meio unido mas é porque perdi a habilidade de cozinhar arroz normal, uma vez que só tenho utilizado o integral.

Achei um kit paella super bom no supermercado e comprei! Legal que já vem os bichinhos na quantidade certa e não é produto de caixinha! Amei! Agora vou começar a receber amigos em casa com minha Paella! ...infelizmente pouquíssimos irão gostar...hehe

No mais esse fim de semana está tumultuado...não gosto disso...quer dizer...até gosto...mas não agora...no meu estado deprê...aliás sou a depressiva mais ativa que já vi...mas hoje tinha aula de japones e eu não quero ir...desencanei...de todas as minhas atividades extras...

...bom...esse fim de semana cuidei de mim. Ontem passei a manhã na clínica cuidando do corpitcho (fiz até as unhas que estavam fazendo aniversário de tanto tempo q não cuidava delas), cauterizei os cabelos...aliás eles estão durissimos e não posso lavar por 3 dias...e a pior experiência de uma mulher prática é passar chapinha no cabelo quando a temperatura natural está beirando os 40°...não tentem fazer isto em casa...

Assisti uns filmes bem legais...a maioria deles, desenhos...meu cabelo está esquisitamente grosso...é por causa da queratina...mas é estranhérrimo...

...mas na verdade fiquei muito reflexiva esse fim de semana por conta de uma certa conversa, com um certo amigo virtual...sim! daqueles que você conta toda sua vida e nunca viu a pessoa ao vivo...ele é estranho...eu tb...mas acho que ele tá muito encanado com a vida...e não sei se sou uma boa companhia e conselheira para ele...queria ser mais empática e ajudar a resolver os problemas dele e do mundo. Mas sou distante. Ele queria se apaixonar pela vida...é isso que entendi...mas não corre atrás dessa paixão...fica esperando ela bater na porta dele com biscoitos e milkshake...ai eu fiquei pensando em mim que não espero nada chegar e vou atrás de tudo que eu acho bom para minha sobrevivência ainda que isso signifique perdas no meio do caminho...acho que nós dois somos absurdamente egoístas e não pensamos em mais ninguém a não ser na gente mesmo.

Ele na sua estagnação para não se magoar com o diferente e eu na loucura de buscar o diferente para não me magoar...somos esquisitos e estranhos...

vou trabalhar e conversar com o carinha de novo...prometo não tentar me matar...hahahahaha...pintei minhas unhas de rosinha! super delicado!