domingo, 4 de março de 2007

ok...hoje é um dia muito especial na minha vida de chef de cozinha doméstica: tenho um café irlandes e finalmente fiz a paella mais tudo que já vi...tá...o arroz ficou meio unido mas é porque perdi a habilidade de cozinhar arroz normal, uma vez que só tenho utilizado o integral.

Achei um kit paella super bom no supermercado e comprei! Legal que já vem os bichinhos na quantidade certa e não é produto de caixinha! Amei! Agora vou começar a receber amigos em casa com minha Paella! ...infelizmente pouquíssimos irão gostar...hehe

No mais esse fim de semana está tumultuado...não gosto disso...quer dizer...até gosto...mas não agora...no meu estado deprê...aliás sou a depressiva mais ativa que já vi...mas hoje tinha aula de japones e eu não quero ir...desencanei...de todas as minhas atividades extras...

...bom...esse fim de semana cuidei de mim. Ontem passei a manhã na clínica cuidando do corpitcho (fiz até as unhas que estavam fazendo aniversário de tanto tempo q não cuidava delas), cauterizei os cabelos...aliás eles estão durissimos e não posso lavar por 3 dias...e a pior experiência de uma mulher prática é passar chapinha no cabelo quando a temperatura natural está beirando os 40°...não tentem fazer isto em casa...

Assisti uns filmes bem legais...a maioria deles, desenhos...meu cabelo está esquisitamente grosso...é por causa da queratina...mas é estranhérrimo...

...mas na verdade fiquei muito reflexiva esse fim de semana por conta de uma certa conversa, com um certo amigo virtual...sim! daqueles que você conta toda sua vida e nunca viu a pessoa ao vivo...ele é estranho...eu tb...mas acho que ele tá muito encanado com a vida...e não sei se sou uma boa companhia e conselheira para ele...queria ser mais empática e ajudar a resolver os problemas dele e do mundo. Mas sou distante. Ele queria se apaixonar pela vida...é isso que entendi...mas não corre atrás dessa paixão...fica esperando ela bater na porta dele com biscoitos e milkshake...ai eu fiquei pensando em mim que não espero nada chegar e vou atrás de tudo que eu acho bom para minha sobrevivência ainda que isso signifique perdas no meio do caminho...acho que nós dois somos absurdamente egoístas e não pensamos em mais ninguém a não ser na gente mesmo.

Ele na sua estagnação para não se magoar com o diferente e eu na loucura de buscar o diferente para não me magoar...somos esquisitos e estranhos...

vou trabalhar e conversar com o carinha de novo...prometo não tentar me matar...hahahahaha...pintei minhas unhas de rosinha! super delicado!

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.