sábado, 12 de março de 2005

Tô meio quebrada...trabalhei horrores lá na UFRGS hoje fazendo a seleção...não fosse a animação dos meus coleguinhas o trabalho burocrático seria chatíssimo...

Ontem foi bem legal...festas é sempre bom como termometro de amigos...percebi que tenho muitos que nem desconfiava que fossem...a maioria homens "desenvolvedores de sistemas" mesmo...me senti a irmã mais nova querida...adoro meus garotos de programa...hihihi

Tô lívida...alias...poética diria mais..
Apesar de todas as espectativas as coisas mudaram desde que fechei aquela porta. Haviam mudado no instante em que fechou os olhos ao lhe acariciar a face. Deu-me impressão final, como se morressem algumas coisas dentro de mim como sinal de termino.

De alguma forma dói...porque quantos caminhos ainda não trilharei com essa mesma paisagem, quando na verdade eu só queria amar.
Acho que deve ser alguma coisa como medo...talvez cansaço por fazer sempre o caminho contrario ao que devia ser feito...Cansaço é a palavra que descreve meu medo.

Penso que deveria deixa-lo em paz, com suas histórias, seus medos também.Vou piscar meus olhinhos e virar a mira para outro lado. Um lado que sei poder ser mais presente...

Vou deixar ele se decidir e continuar decidindo minha vida...confusões romanticas...divisões...nunca pensei que viveria um dia isso...novos crescimentos...aiai...tomara que não doa tanto.

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.