quinta-feira, 14 de janeiro de 2010


Então...
Hoje acordei sorumbática como já diria minha avó...meus sonhos foram intensos e cheios de significados mas não me lembro deles.

A noite foi cheia de gordura e agua pois fui com amigos ver o "quase por do sol" e depois comer lanche. Na volta quando eu deixei meus colegos um deles me contou que vai mudar e consequentemente ficará mais longe nos dias de trabalho e do cotidiano animado que temos.Voltou a vontade de engarrafar os amigos que nem picles e colocar na estante...assim seria bem mais fácil mante-los sempre ao nosso lado.

Ai automaticamente pensei em minhas mudanças e em toda zona de conforto que elas tem que revirar para acontecerem e me vejo menos aventureira do que todas as vezes. Por mais que entenda e aceite como verdade as mudanãs inusitadas do destino e além disto saiba com propriedade que estas acontecem para que possamos crescer e deixar todas as oportunidades acontecerem, ainda assim é dificil e tenho certeza que minha semi apatia vai além da lua negra e entra certeira neste ponto: ainda chamo de perda aquilo que deveria ser mudança.

Claro que não tem mais a carga infantil que tinha anteriormente mas o fato é claro e em meus dias ainda povoam as velhas frases cliches que o psicologico insiste em relembrar , tais como "perda=morte". Isto me intriga...por dois motivos claros é a maior antitese da semana e vou meditar muito a respeito disto para entender e organizar. Todos os medos são bem vindos e as sombras tb desde que se apresentem e me digam o motivo da visita.

Hoje eu queria meditar e não trabalhar...queria deixar caminhar solto dentro de mim estes medos e caminhar ao lado deles para ouvir o que tem a me dizer...

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.