terça-feira, 9 de outubro de 2007

Estranhos...esses são os dentro de mim...mas convivem bem com os conhecidos...uma espécie de simbiose planejada...uma educação meio forçada...

Estou um pouco insatisfeita com meu lado profissional. Aparentemente ele está perfeito, estou crescendo, estudando muito, abrangendo novos conhecimentos...mas me sinto meio perdida em ideais...e estes são os que mais tenho...num sei pra quem falo isso...é tão estranho...essas responsabilidades e a obvia constatação de que tenho limites nítidos.

De repente isso é fruto de uma cabeça que não para de pensar...Hoje o paulista da Samsung que é a cara do ex foi lá...que horrível...que sensação...agora posso chorar um pouco...já passou o trampo...a aula...estou só não consigo entender porque isso ainda me afeta tanto. Custo a aceitar que meus sentimentos por ele são tão fortes que ultrapassam os entendimentos normais do dia a dia...essa coisa de se encontrar e se perder cai por terra...dói o suficiente para encomodar...

É estranho...fico querendo entender em que ponto do nosso relacionamento ele se tornou essencial...parte do meu todo...como se esse entendimento fosse, de alguma forma, dizimar um pouco desse estranho sentimento de perda...pq tanto valor tem tudo isso pra mim? Não tinha que ser assim...o que me resta? sentir...

As vezes acho q potencializo isso tudo...como uma espécie de punição...mas depois vejo que sinto mesmo e tenho q encarar: realmente algo muito parecido com amor aconteceu dentro de mim...estranho esse...estranhos dentro de mim...

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.