segunda-feira, 2 de outubro de 2006

Há 4 anos atrás, eu estava caminhando pela vicinal da universidade. Foram meus primeiros passinhos depois de meses sem conseguir andar.

Me deu uma emoção bacana ontem a noite me dar contar disso. Me lembro que foi exatamente no dia em que estávamos votando para primeiro turno e o Lula maletinha começava a ganhar a presidencia do Brasil. E eu nem pude justificar pq comecei a andar depois das cinco da tarde.
Já se passaram tantos dias e eu me lembro de tanta coisa daquela época e com tanto respeito. Aquilo foi o começo, o gerador de um caos sem medidas e deste acontecido minha vida mudou completamente e hoje sou essa Iris.

Se eu falar que tudo foi tirado de letra certamente estaria sendo mentirosa pois foi a duras penas e forjando forças que eu consegui passar esse ciclo que me fez uma pessoa bem melhor.
As vezes tenho tanto medo de esquecer tudo o que ficou para trás e viver "dondocamente" sem a humildade e gratidão necessária.

Lembrei da minha mãe esta manhã e fiquei feliz. Lembrei de como ela era uma pessoa melhor e buscava fazer sua parte nesse mundo feio-feio. Lembrei das caridades que ela fazia nas favelas, de como ela se movimentava para conseguir coisas para os carentes lá em sampa. Lembrei de um caminhão gigante que parou certa vez em casa por conta de uma campanha para os Flagelados de Santa Catarina...isso ficou bem marcado na minha cabeça.

Como ela tinha amor dentro dela. Ela era de um gênio dificílimo. Se vc pensa que mamãe era uma santa, gentil, doce e imaculada esqueça tudo o que conhece a respeito de pessoas bondosas...Minha mãe era uma mala...mas era super do bem.

Fico feliz de ter herdado o gen dela. Queria ser mais bondosa e fazer uma diferença social como ela. Agora que parei com meu trabalho voluntário me sinto vazia e mais longe de ser uma cidadã que faz a sua parte.

Hoje é um dia de celebra: A vida e a morte. Os começos e os fins dos ciclos que nos modificam o tamanho. Estou feliz sim. Sou sobrevivente e tive uma mãe para me ensinar a gratidão e a humildade. Me emociono.
Mas hoje o dia será brilhante, o melhor. O dia de celebrar.

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.