quarta-feira, 2 de agosto de 2006

É muito comum eu terminar um treino, e no exato momento em que a realidade se faz novamente eu me perguntar: "O que estou fazendo aqui?"

Não sei exatamente o que responder.

Acho que esse é um dos motivos pelos quais ainda vou e busco fazer o melhor ainda que o dia tenha sido enlouquecido, que minha mente não consiga se desligar do cotidiano ou que minhas bochechas estejam caindo por causa da fisioterapia.

Acho que enquanto procurar respostas para esta pergunta nunca deixarei de cruzar a espada. Pode até ser que eu nunca venha saber esse "porquê" mas existem outros que estão se explicando e eu sei que cresço.

Hoje por exemplo voltei meditando...há muito tempo não faço isso mas sai de lá em estado meditativo e contemplativo. Observei minha vida e alguns novos sentimentos que nela brotam que eu não conhecia e aproveitando a deixa do tempo que levei pra chegar em casa...uma hora praticamente pois voltei de onibus e ooooobviamente peguei o errado e parei a milhas de distancia da minha casa.

Bom, mas o fato é que pensei bastante em tanta coisa e fiquei feliz comigo. É estranho escrever isso mas tenho um amor diferente por mim. A cada momento que tenho errado descaradamente, me enrolado em várias coisas e enfim, andado contra a realidade que eu escolhi para mim. Nesses momentinhos eu tenho crescido.

Pela teimosia em tentar de novo, em buscar aperfeiçoar, em propor a mim mesma uma Íris melhor, reformulada, digna...isso me fes ter um respeito maior pela minha pequena pessoa. Num sei...acho que me senti grande por ser tão pequena...pequena e com coragem para assumir essa coisa toda tão mini e tentar maximiza-la...sei lá...papo de louco que acabou de sair de um simpático e sério transe introself...

Minhas bochechas estão incrivelmente engraçadas e o banheiro já esta no ponto de tomar banho: cheio de nuvens quentinhas!

FuiSayonara

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.