terça-feira, 5 de abril de 2005

A porta se fechou e não abriu
Embora não haja travas
Há um muro
Denso e sinistro a tranca-la

Rumores externos
Pensam em arombar a porta e derrubar o muro
Mas não há forças
Pois o sopro lhes falta ao ar

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.