sábado, 30 de abril de 2005

Diário de bordo:

Dias longos e cansativos, alguns beirando a exaustão. Esse é o ritmo atual.
Tudo muito sereno pois a impressão que a paisagem causa é de languida desesperança com gotas de fé.
Segue a fria noite e o morno dia. Muitas pessoas já passaram por esse caminho e nenhuma delas ainda me pareceu conhecido a ponto de entender sua linguagem.
E os que são familiares parecem não lembrar as palavras certas para a boa comunicação.
Mas não importa mais, pois o corpo não sente dor e nem cansaço. É um destrutivo monte de impressões tortas apenas.
Olhando o horizonte, parece que nunca chegara ao porto. Mas continuo esperando os dias de chuva e de sol...nesse horizonte sem distâncias.


Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.