segunda-feira, 17 de janeiro de 2005

É tão bom sabe-lo ali. Ainda que intocado.
Ali. Em sonhos tortos quem sabe meu.
Mas não importa. Enquanto houver uma possibilidade de imagina-lo como sonho bom. O farei.
Hoje fico quietinha, só observando. Prometo pra mim mesma não fazer nada que possa dizimar a pequena posibilidade feliz.

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.