terça-feira, 25 de janeiro de 2005

Íris cansada...ou melhor...morta.
Lembrei de um dia que eu tava lá na Vl. Mariana, saindo de casa para o trabalho e uma vó portuguesa me parou e disse: "Vcê não é daqui".
Achei graça naquela senhorinha simpática que me confundiu com uma européiazinha. Fui subindo a ladeira com ela e explicando a confusa genealogia a que fui inserida.
Ao nos despedirmos ela repetiu: "Você realmente não parece daqui".
Nunca mais a vi e a idéia de não ser daqui me cala ainda...Penso que, deveria ir aos meus. Se tenho asas e tempo...deveria ir aos meus.
Mas resta saber quem são.
Ai...tpm com cansaço mental dá uma maluca composição textual.
Trabalho enlouquecidamente corrido. Estou radiante por ter muitas coisas importantes para fazer.
Odeio me sentir sendo "desperdiçada". Mas cansa. Ainda mais trabalhar com prazos que eu abomino (daí veio a idéia de não mais fazer jornalismo).
Mas vale a pena, tá valendo muito.
Vô desbaratinar um pouco para poder dormir...Dormir muito feliz.

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.