terça-feira, 19 de outubro de 2004

Como definir as coisas aqui dentro exatamente agora?
Acho que foi bacana ir a analise, falar com uma estranha que usa as bijouterias mais nada a ver que eu ja vi, e me transmitir em sua loirisse, a calma que precisava pra entender uns conceitos e umas caracteristicas que pulam dentro de mim.

Parece que todo choro interno cessa e todo nome começa ficar familiar, até parece que posso ter novamente o sentido recuperado dentro de mim e a rota novamente traçada.
Não gosto do automatico, do vazio e do evasivo. Nunca fui assim e estava deixando me dominar por caminhos que nunca pensei seguir por estar perdida.

Perdida ainda estou mas parece que há um mapa...to calma. Respondi uns emails como a muito não fazia e não recebia, deletei algumas coisas que nao faziam sentido agregar e entendi outras.

Fazer analise vai ser meio caotico porque vai, incondicionalmente, mexer com as coisas mais doentes e doídas de dentro de mim com novos acrescimos...mas será legal.

Só fico achando engraçado esse misto de morno e tranquilo que tá dentro de mim.
Temo acordar para a realidade e encarar que não gosto de cotidianos e muito menos de vidas tranquilas...

Não sei...tudo me parece possivel a partir de agora, e, ao remexer a iris adormecida, quero só ver o que sairá de dentro e para onde toda energia vai querer pulsar...sinto realmente que será penoso e cheio de mudanças essa coisa de analise...mas vai ser bom...

Postagens relacionadas

4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.